quarta-feira, 14 de março de 2012

Seus olhos, espelho

Do que eu mais gosto é o seu sorriso. Sei lá, tem um encanto à parte. Gosto de ver como você sorri...
  Nem sempre estou sorrindo...
  Com os olhos. A magia nunca se perde...
  Mesmo quando estou nervoso...?
  Sim, mesmo assim...
  E eu gostaria de saber qual é a mágica que faz você enxergar as coisas assim. Será a beleza dos seus olhos que...
  Meus olhos não são belos...
  São sim, mas não digo de beleza física. É a beleza que seus olhos derramam em tudo com que eles se deparam. O céu não é o mesmo céu visto pelos seus olhos...
  É lá onde se encontram os meus sonhos, onde todos deviam alcançar...
  A árvore que você vê é mais verde...
  Sim. Nela reside a fonte que sopra a vida pra mim...
  Os meus olhos não são os mesmos olhos que os outros vêem...
  É porque pelos olhos eu consigo tudo de bom que há em mim...

Um comentário:

Marina disse...

Nossa, belíssimo! Enxerguei um pouquinho de Caeiro aí, a beleza de contemplar o mundo pelos olhos...parabéns, Nati! Muito lírico e delicado!

Estranha Perseguição

  "As palavras são mais perigosas do que aparentam".   Era o que estava escrito em um pedaço de papel, em tinta vermelha, parec...