domingo, 8 de janeiro de 2012

Sem mais palavras

Quero sentir a textura da sua pele.
Quero sentir o calor dos seus lábios.
E quero sentir o fogo do seu desejo.
Mas antes de tudo isso, quero sentir a delicadeza da sua ternura.
A veracidade do seu carinho.
E a força do seu amor.
Que a Lua seja testemunha.
Que o Sol esquente e ilumine.
E que o tempo eternize esse sentimento, enquanto formos o dois que se torna em um.
Uma só mente, uma só alma, um só coração...

4 comentários:

Luiz disse...

Caramba... Sem palavras...

blogando poemas disse...

e que a beleza da sua essência continue assim: cativante
como uma rosa eternamente perfumando

Júnia disse...

Chiquérrimo de novo, Nat! Parabéns!

Eduardo disse...

Essa é a prova mais concreta de que a lua é uma ótima companhia quando o assunto se trata de sentimentos, foi escrito de coração e com muita inspiração

Estranha Perseguição

  "As palavras são mais perigosas do que aparentam".   Era o que estava escrito em um pedaço de papel, em tinta vermelha, parec...